17 de março de 2007

Matar

Quero em matar um bebê recém-nascido com golpes de machado, pensando melhor isso deve fazer muita sujeira e estou com preguiça de limpar, isso sem falar de recolher os pedaços do corpo, então é melhor dar veneno para a criança isso é mais limpo e fácil afinal criança adora coisas doces e misturar açúcar e veneno deve ser coisa fácil de fazer.

O que você está pensando sobre isso que acabei de escrever? Que sou um louco, um assassino cruel, alguém sem alma? Mas não se preocupem não farei nenhuma dessas coisas, porém qual a diferença entre matar um recém-nascido e matar um feto, ou seja, fazer aborto? E a pílula do dia seguinte?

Li um pouco sobre a tal pílula essa semana e não sei como podem aprovar uma coisa dessas. Isso não é remédio isso é veneno, muitos são os defensores do aborto, pílula do dia seguinte, mas pense um pouco, qual a diferença entre nós e o feto, ou seja, qual o nome técnico que usem, na minha opinião a única diferença é a idade, porque depois da concepção a única coisa que recebemos foi o alimento adequado a cada fase de nossa vida, porque resto já estava pronto, ou seja, a mistura entre o espermatozóide e o óvulo, e depois dessa mistura ser feita é só esperar o tempo passar. Mas será que matar alguém com 1 ano de idade é menos crime do que matar alguém de 20 anos?

Naturalmente muitos defendem o aborto, mas um erro não justifica outro e se fosse assim teríamos que matar todas as crianças de rua, pois não tem condições adequadas de vida? Matar os doentes que não tem cura? Muitos são contra a pena de morte para bandidos e assassinos, mas são a favor da pena de morte as crianças que ainda nem nasceram, isso é um absurdo, alias mais um absurdo deste nosso insano mundo.

4 comentários:

  1. Well, eu não defendo o aborto, mas a liberdade que todo ser humano tem sobre seu corpo.
    Essa mania de proibir é dejeto da era medieval!
    Ah, e também para nós homens é bem fácil opinar sobre isso... Hehehe!
    Oh! Respondi á pergunta sobre posts!
    abraços

    ResponderExcluir
  2. A questão é: Quando é que um feto deixa de ser um monte de céludas e passa a ser um ser humano de verdade. Quando descobrirmos isso, esse tipo de questão não existirá mais.
    Afinal de contas,

    ResponderExcluir
  3. Confesso que na hora em que li fikei assutada...ma concordo com vc...abortar eh o mesmo que apontar uma arma na cara de alguem e puxar o gatilho...o resultado serah o mesmo...Blog interessante...bjus

    ResponderExcluir
  4. Um feto nunca é um monte de células. Muito interessante a sua colocação sobre o aborto! Vamos valorizar a vida, isso sim.

    ResponderExcluir

Comente ! ! !
Fale sua opinião sobre o texto que acabou de ler