28 de junho de 2008

CQC no congresso

Numa democracia é impossível aceitar que seja proibida a entrada no congresso do CQC ou qualquer outro tipo de jornalismo que faça perguntas indesejadas aos políticos que certamente não gostam de falar de certos assuntos. Por esta razão resolvemos publicar o texto e o link para você apoiar o CQC na sua luta para poder voltar ao congresso e continuar fazendo as perguntas que incomodam os políticos, mas é claro somente quem tem algo a esconder fica irritado com perguntas...

Uma das maneiras mais fundamentais de garantir e manter a liberdade de expressão num regime democrático é ter livre acesso aos políticos e parlamentares responsáveis por zelar por esse mesmo regime.

Esse direito foi retirado dos repórteres do programa CQC, "Custe o que Custar", no ar pela Rede Bandeirantes de TV, que estão proibidos pela Câmara/Senado de entrarem nas dependências do Congresso para realizar suas tarefas jornalísticas.

A liberdade de expressão existe para ser exercida e não apenas para ser letra morta no papel. De que adianta vivermos num Estado de Direito que nos garante certas prerrogativas se não podemos exercê-las de fato? Como pode a própria Câmara nos assegurar um direito que ela mesma nos cassa?

A Lei 5.250, que regula a liberdade de manifestação do pensamento e da informação, no Capítulo 1, Artigo 1º garante que "É livre a manifestação do pensamento e a procura, o recebimento e a difusão de informações ou idéias, por qualquer meio, e sem dependência de censura, respondendo cada um, nos termos da lei, pelos abusos que cometer."

Assim, por que não podem os repórteres do CQC entrar na Câmara/Senado para entrevistar os parlamentares? Parlamentares que, mais do que ninguém, devem ser ouvidos sobre os assuntos que pautam a discussão pública – e que já recebem dezenas de outros veículos de comunicação.

A alegação de que os profissionais do CQC não seriam jornalistas, e que por isso não poderiam ter acesso à Câmara/Senado, não se sustenta.

O CQC é um programa jornalístico e seus repórteres (também jornalistas) realizam perguntas e questionamentos inerentes a essa profissão. A pauta da atração é questionadora e pouco tradicional, mas respeita os limites éticos exigidos pelos padrões da imprensa nacional.

Pedimos, assim, não apenas à audiência do programa, mas a todos aqueles que prezam a manutenção do Estado de Direito e a liberdade de expressão, que manifestem seu apoio ao direito dos repórteres do CQC de circularem pelas áreas permitidas da Câmara/Senado sem qualquer constrangimento.


Se você concorda com essa idéia e quer publicar isso no seu blog copie o código da caixa abaixo que já está tudo pronto inclusive a imagem e os links para o CQC no Congresso.


2 comentários:

  1. Seu blog é muito legal e informativo.. Parabéns.. que Deus te abençoe cada dia mais e mais..Beijos. visite o meu blog tb.. bjs

    ResponderExcluir

Comente ! ! !
Fale sua opinião sobre o texto que acabou de ler